ler Aquilino Ribeiro

"Mas, em qualquer altura, alguém que tenha a inclinação solitária, ou atenta, ou simplesmente erudita, abrirá um livro de Aquilino (…) e amará o seu verbo.» A.Bessa-Luís

Tag Archives: Metas de aprendizagem

Ler Aquilino na Escola: a oportunidade sempre adiada

De vez em quando, pelo menos desde 1985, ano em que se celebrou o centenário do seu nascimento,  e quase sempre por altura de similares comemorações, verifica-se  um ténue movimento de  protesto contra a pouca importância que na escola se dá a Aquilino Ribeiro e ao facto de ter sido “esquecido”.

Isso é infelizmente verdade no ensino básico, principalmente nos 1º e 2ºs ciclos.  

Com efeito, no anterior programa de português ainda se encontrava a sugestão de leitura (no 2º ciclo) de dois contos da Arca de Noé -III classe: “Mestre Grilo cantava e a giganta dormia” (para o 5º ano) e a “História do burro com rabo de légua e meia” (para o 6º); este último aliás, na minha opinião, completamente desadequado para este nível etário, sendo a menos engraçada e acessível das narrativas da Arca de Noé-III classe).

No Novo Programa de Português do Ensino Básico (homologado em março de 2009) a única obra de Aquilino Ribeiro aconselhada é, para o 9º ano, a adaptação da Peregrinação de Fernão Mendes Pinto– que também aparecia indicada para o mesmo nível, no programa anterior.  E esta é a única obra com a marca de Aquilino Ribeiro aconselhada nas Novas Metas Curriculares (para o Ensino Básico), nas listas de obras “obrigatórias” para a iniciação à educação literária.

Das listas do Plano Nacional de Leitura a ausência das obras para a infância de Aquilino Ribeiro é igualmente incompreensível. Arca de Noé – III classe, O Livro de Marianinha, Romance da Raposa …nem rasto!
O facto de esta última obra aparecer na fantástica versão em Banda Desenhada de Artur Correia, mas na lista aconselhada para Formação de Adultos (CNO), leva a que em muitos sítios o Romance da Raposa na versão original apareça com o selo e a menção do PNL: Ler+. Mas não, o PNL ignorou as três obras primas da literatura para infância da autoria de Aquilino Ribeiro. Para o 1º e 2º ciclos não há nada, nenhum som de lengalenga, de cantiga, de toadilha…
Das listas do PNL encontram-se para o 3º ciclo, O Malhadinhas / Mina de diamantes (para o 8º ano), a adaptação da Peregrinação de Fernão Mendes Pinto (para o 9º ano) e A Casa Grande de Romarigães para o secundário.

Pensar que a miudagem, os professores (estes querem cumprir o programa e as metas, não me digam que podem fazer o que lhes apetece), os familiares se poderiam divertir com “as lengalengas e toadilhas em prosa rimada” d’O Livro de Marianinha, e com as aventuras do “Macaco Trocista…”, do “Coelho Pardinho...“, do “Joli, cão francês…”, e claro do “Mestre Grilo…”. da Arca de Noé- III classe!

E que adequada não é a narrativa (desse mesmo livro) “O filho de Felícia ou a Inocência recompensada” para um 7º e/ um 8º ano. E o Romance da Raposa ? (tanto a versão original como a fantástica adaptação em banda desenhada).
Entretanto os livros esgotam (por ex. a BD de Artur Correia ) e são até mesmo “descontinuados” (como é o caso da Arca de Noé -III classe).
Não dá para entender!

Será que não conhecem, não gostam, acham difíceis?
Não podem ser essas as razões. Quais são, francamente não consigo imaginar.
Mas para quem não conhece, não gosta, acha dificil e sobretudo para quem conhece, gosta e acha bem e bom que sejam difíceis, aqui fica um link: as obras para a infância e a juventude de Aquilino Ribeiro, cujos conteúdos reproduzi em parte neste blogue. A minha contribuição neste ano de comemorações.

manueladlramos

%d bloggers like this: